Com covid em alta, impactos econômicos voltam à pauta e inadimplência vai a 58%

VALE A PENA RELEMBRAR